Puebla e seus encantos

[PT] Nossa chegada a Puebla foi tão atrapalhada que sinceramente cogitei a pular a cidade.
Não havia disponibilidade no camping e os hotéis eram um pouco fora de nosso orçamento.
Por já ser noite, resolvemos encarar e ficar. No dia seguinte, quando fomos passear pela cidade, nos encantamos e agradecemos por não termos ido embora.
A cidade é charmosa, sua praça central é alegre, com turistas e pessoas da cidade passeando sempre com um sorriso no rosto.
Passamos por alguns museus e o que mais nos encantou foi o Museo Amparo, onde havia uma mostra sobre imigração. As informações que nos apresentaram nos surpreenderam. Ficamos sabendo que de cada 10 habitantes dos EUA, 1 mexicano e que a maior origem de entrada de recursos na economia do México é a remessa de dinheiro vindo de mexicanos morando fora.
Passeando pelas ruas de Puebla comemos churros e típicas “chalupas” feitas na rua, vimos realejo, fomos na roda gigante, na biblioteca e tomamos alguns dos melhores sorvetes da viagem. Eu Ana relembrei bastante de coisas da minha infância! E assim ficamos 4 deliciosos dias por ali!

[EN]  Our arrival in Puebla was so difficult that I sincerely thought to skip the city.
There was no availability at the campground and the hotels were a bit out of our budget.
Because it’s already late night, we decided to stay. The next day, when we went to stroll through the city, we were delighted and thanked for not leaving.
The city is charming, its central square is cheerful, with tourists and locals always walking with a smile on their face.
We passed some museums and the one that most called our attention was the Museo Amparo, where there was a show about immigration. The information they presented surprised us. We learned that 1 out of every 10 inhabitants of the US is Mexican, and that the greatest source of income in the Mexican economy is the remittance of money coming from Mexicans living abroad.
Strolling through the streets of Puebla we ate churros and typical “chalupas” made in the street, we listened to street organs and we had some of the best ice creams of the trip. I Ana remembered a lot of things from my childhood! And so we had 4 delicious days there in Puebla!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s