Em meio à selva da Guatemala, visitamos as ruínas maias de Tikal

[PT] Em meio à selva da Guatemala, no norte do país, encontram-se as antigas ruínas da cidade Maia de Tikal.

Dizem os estudiosos que a cidade de Tikal foi a maior das cidades maias. E nós, que adoramos história, fomos lá conferir!

De fato, o local do sítio arqueológico é gigantesco e apenas uma pequena fração dele foi escavado e estudado cientificamente. Por todos os lados ainda podemos ver estruturas tomadas pela natureza, que ainda estão soterradas.

E Tikal recebe muitos visitantes de todas as partes. Mas mesmo com tanta gente, em nenhum momento isso atrapalhou nossa visita. Tem bastante gente, mas não chega a incomodar.

Achamos que a visita vale muito a pena. As construções e pirâmides são belíssimas e muito interessantes. É possível subir em algumas delas e ter uma vista maravilhosa de todo o local. As crianças adoraram chegar ao topo dos templos e imaginar os maias olhando para as estrelas.

E de quebra, ainda tivemos a sorte de presenciar uma pequena cerimônia sagrada do povo local, durante a qual uma pessoa se tornou sacerdote/xamã, e assim observar essa cultura se mantendo ao longo do tempo.

[EN] In the jungle of Guatemala, in the north of the country, there lies the ancient ruins of the Mayan city of Tikal.

Tikal is said to have been the largest of Mayan cities. And we, who love history, went there to check it out!

In fact, the archaeological site is gigantic and only a small fraction of it has been excavated and studied scientifically. All around we can still see structures taken by nature, which are still buried.

And Tikal receives many visitors from all over. But even with so many people, it does not bother.

We think the visit is worth it. The buildings and pyramids are beautiful and very interesting. It is possible to climb in some of them and have a wonderful view of the whole place. The kids loved reaching the top of the temples and imagining the Mayans looking at the stars.

And even though we were lucky enough to witness a small sacred ceremony of the local people, during which a person became a priest / shaman, and thus we could observe this culture being maintained over time

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s