Chimborazo, um dia especial!

[PT] Fizemos muitos passeios incríveis até aqui, mas a primeira vez que se vê neve é inesquecível! Não foi a minha primeira vez nem a da Ana, mas foi a dos pequenos. E iremos guardar essa memória com mais carinho ainda!

Visitamos o Chimborazo, que é um vulcão nevado localizado no Equador com aprox.. 6.300m acima do nível do mar. De carro, é possível subir ao primeiro refúgio, a 4800m, e de lá pode-se fazer uma trilha para os acampamentos que levam ao cume, incluindo uma trilha ao segundo refúgio situado a 5.000m.

Havia muita neve no chão e um pouco de frio (estávamos bem agasalhados), mas nosso pequeno aventureiro Mateus de 5 anos não se contentou em ficar apenas nos 4.800m e quis fazer a trilha até os 5.000m. Claro que o papai não hesitou e lá fomos nós. Já as meninas ficaram brincando nas poças de água com neve derretida e vendo a linda paisagem coberta de neve.

Começamos nossa trilha animados, mas logo passamos a andar mais devagar e a altitude começou a mostrar seus efeitos. Após uns 40 minutos de subida, já estávamos cansados. Mateus mal conseguia caminhar, mas já havíamos passado da metade do trajeto e faltava pouco. Bem preocupado, falei para ele: “Rapazinho, já subimos bastante e estamos cansados. Que acha de voltarmos?” Ele olhou para mim com uma cara meio triste, e disse que sim. Começamos a descer, mas logo após os primeiro passos ele me chama e diz: “Papai, estamos perto. Não podemos voltar agora, quero ir até o fim. Como vamos voltar e dizer que não conseguimos?”

Me emocionei nesse momento e fiquei com um sério dilema. Como pai, estava preocupado pois estava a praticamente 5.000m de altitude em uma montanha, com frio e neve e com uma criança de 5 anos cansada. Por outro lado, existem alguns momentos na vida que temos a oportunidade agir como exemplo aos nossos filhos, e esse era um deles. Não poderia voltar, muito menos agora.

Falei para ele: “Mateus, estamos cansados, mas vamos fazer um esforço e vamos juntos conseguir chegar lá.”

Depois de uma caminhada total de pouco mais de 1 hora na montanha, chegamos ao segundo refúgio a 5.000m. Estávamos muito cansados e tive que carregar o Mateus nos últimos 10 minutos, mas nossa alegria em ter chegado lá foi maravilhosa!

Após voltarmos, nos encontramos com Ana e Sofia para um abraço e um lanchinho naquele belo lugar rodeado de neve. Nenhum de nós havia estado em tal altitude anteriormente, e para todos nós foi uma experiência bem legal apesar de cansativa.

 

IMG_5898

[EN] We have visited incredible places until this day, but the first time one see snow is unforgettable! It was not my first time or Ana’s, but it was the small ones. And we will keep that memory dearly!

We visited the Chimborazo, which is a snowy volcano located in Ecuador with approx. 6,300m above sea level. By car, it is possible to climb to the first refuge, at 4,800m, and from there you can make a trail for the campsites that lead to the summit, including a trail to the second refuge located at 5,000m.

There was a lot of snow on the ground and it was a little cold (we were well wrapped up), but our little adventurer Mateus of 5 years was not content to stay only at 4,800m and wanted to make the trail until 5,000m. Of course, Dad did not hesitate and we moved on. The girls stayed on the first refuge playing in the puddles of melted snow and watching the beautiful landscape covered with snow.

We started our trail cheerfully, but soon we started to walk more slowly and the altitude began to show its effects. After about 40 minutes of climbing, we were already tired. Mateus was barely able to walk, but we had already passed the middle of the journey and we were somewhat close to the end. I was worried about him, so I said: “Hey young man, we have climbed a lot and we are tired. Should we come back now? “He looked at me with a slightly sad face, and said yes. We started climbing down, but shortly after the first steps he called me and said, “Daddy, we’re close. We can not go back now, I want to go to the end. How are we going to come back and say that we didn’t make it? ”

I was moved at this point and I had a serious dilemma. As a father, I was worried because I was practically at 5,000m high on a cold and snowy mountain, and with a tired 5 year old boy. On the other hand, there are some moments in life that we have the opportunity to act as an example to our children, and this was one of them. I could not go back, much less now.

I said to him, “Mateus, we are tired, but we will make an effort and we will climb it together.”

After a total walk of just over 1 hour on the mountain, we reached the second refuge at 5,000m. We were very tired and I had to carry Mateus in the last 10 minutes, but our joy of having arrived there was amazing!

After we returned, we met with Ana and Sofia for a lovely greeting and also for a snack in that beautiful place surrounded by snow. Neither of us had been at such altitude before, and for all of us it was a pretty cool experience, though tiresome.

Anúncios

Um comentário sobre “Chimborazo, um dia especial!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s