Torres del Paine: o que ver e como conhecer

Torres del paine _ placa.jpg

[PT] Quando falamos de patagônia chilena, o Parque Nacional Torres del Paine, localizado ao sul do país é a grande referência.

O belo parque nacional chileno possui diversos atrativos, e também é um lugar bastante visitado por gente de todo o mundo. Colocamos a seguir algumas informações sobre o local, no melhor estilo “e como funciona lá?”, baseadas em nossa opinião e pensando em quem vai com crianças.

O que fazer: O Parque Nacional Torres del Paine é um lugar de natureza, e as principais atrações são as paisagens fantásticas e a bela natureza que o local oferece – lindos lagos, rios, geleiras, montanhas com impressionantes picos nevados e savanas. Para aproveitar isso, estão as trilhas e passeios de praticamente todos os meios: passeios de barco, de bike, de cavalo, de carro, e principalmente as trilhas a pé.

As trilhas são as principais atrações do parque, e as principais trilhas são o circuito W e o circuito O. Ambos circuitos são longos e requerem planejamento, preparo físico, e em alguns casos reserva de hospedagens nos campings intermediários – sem essas reservas antecipadas dos campings, os circuitos não podem ser feitos.

Entretanto, existem diversas outras trilhas intermediárias que propiciam ao visitante a sensação de estar em meio à natureza e permitem apreciar a grandiosidade do parque. Destaque para a trilha até o Mirador del Paine – uma trilha de aprox.. 8 horas até a base das torres que dão nome ao parque.

E tão lindo quanto as trilhas é explorar o parque de carro pelas estradinhas que o cortam. A paisagem e a natureza são deslumbrantes, e existem diversos pontos de parada para admirar o lugar e fazer pequenas caminhadas. Imperdível!

Como chegar: Torres del Paine está localizado ao sul do Chile. Todas as vezes que fomos estávamos de carro, o que nos parece um excelente modo de explorar o parque. Para ir de avião, deve-se tomar um voo saindo do Brasil com destino a Santiago, e depois uma conexão com destino a Punta Arenas. Punta Arenas está localizada a aprox.. 250km da cidade de Puerto Natales, que é a cidade mais próxima ao Parque Torres del Paine e é a base para visita-lo caso não opte por ficar dentro do parque.

Existem linhas de ônibus que fazem os percursos de Punta Arenas a Puerto Natales praticamente de hora em hora; e dali existem ônibus que levam até a entrada do Parque. Muitos hotéis e agencias já incluem este transfer, o que pode ser uma boa opção.

Onde ficar: A opção mais barata é ficar em Puerto Natales, e fazer bate-voltas para o parque. Pessoalmente não achamos uma boa opção, porque Puerto Natales está a pouco mais de 100km do parque, e a viagem se torna cansativa.

Dentro do parque há opções de hotéis, que estão bem localizados. Entretanto são relativamente caros. Uma boa opção, para quem gosta, são os campings. Não são tão baratos quanto campings em outro lugar, mas ajudam a tornar a estadia em Torres del Paine mais viável economicamente.

Quanto tempo ficar: Depende do que se quer fazer e disponibilidade. Se for fazer os grandes circuitos de trekking, precisará de ao menos uma semana. Entretanto se for percorrer o parque de carro, dois dias está excelente para ver algumas das principais atrações.

Para quem está com crianças, achamos que entre três e quatro dias está suficiente. Dá para fazer os passeios mais leves com calma, curtir o parque e descansar também.

E as crianças: Nossa crianças tinham 4 e 2 anos quando foram, e adoraram o parque. Mateus gostou muito de ver as montanhas, as cachoeiras e os rios, enquanto Sofia gostou das geleiras e se divertiu nas trilhas, principalmente nos trechos que havia lama e ela podia pular nas poças.

Crianças podem ir tranquilamente ao parque, existem passeios tranquilos e curtos os quais elas podem fazer. Particularmente, para crianças sugerimos o passeio de barco pelo Lago Grey até as geleiras (o barco tem uma cabine aquecida e um convés aberto, e é possível alternar o ambiente), e as trilhas menores que existem ao longo das estradas do parque. Vale também uma parada na Cascada Paine, uma bela cachoeira que fica perto da entrada Laguna Amarga do Parque.

Dicas: Planeje a viagem. Torres del Paine é um lugar com bastante atrações para todos os gostos, preparo físico e bolsos. Procure se informar e tenha em mente o que gostaria de fazer – principalmente porque entre os meses de novembro e fevereiro o parque é muito cheio e alguns lugares precisarão de reserva.

Se for de carro, planeje o combustível e alimento. O posto de combustível mais perto fica em Puerto Natales, a pouco mais de 100km da entrada do parque. Também não há supermercados no parque, e há poucos restaurantes (os restaurantes estão principalmente nos hotéis). Tenha sempre um lanchinho, água e alguns snacks, principalmente para as crianças.

Muito embora a temperatura seja agradável durante o dia no verão, à noite faz um pouco de frio. Esteja preparado com roupa adequada, até porque clima de montanha pode mudar em pouco tempo.

Respire fundo e aproveite o lugar! O ar puro, a natureza e as paisagens faz com que todos saiam do parque muito mais felizes e revigorados!

 

[EN] When we speak of Chilean Patagonia, the Torres del Paine National Park, located in the south of the country is the great reference.

This beautiful Chilean national park has several attractions, and is also a very visited place by people from all over the world. We included below information about the place, in the best style “and how it works there?”, based on our opinion and thinking about those who travel with children.

What to do: The Torres del Paine National Park is a place of nature, and the main attractions are the fantastic scenery and beautiful nature that the place offers – beautiful lakes, rivers, glaciers, mountains with impressive snowy peaks and savannahs. To take advantage of this, there are the trails and tours of virtually all means: boating, biking, horse riding, car, and especially the walking trails.

The walking trails are the main attractions of the park, and the main trails are the W circuit and the O circuit. Both circuits are long and require planning, physical training, and in some cases upfront reservation of lodgings in intermediate campsites – without these upfront campground reservations, circuits cannot be made.

However, there are several other intermediate trails that provide the visitor with the sensation of being in the middle of nature and allow them to appreciate the grandeur of the park. Mainly, the trail to Mirador del Paine – a trail of approx. 8 hours to the base of the towers that give name to the park.

And as beautiful as the trails, explore the car park along the roads that cut it is amazing. The scenery and nature are breathtaking, and there are several stopping points to admire the place and do small walks.

How to get there: Torres del Paine is located in the south of Chile. Every time we went there we were by car, which seems like a great way to explore the park. To go by plane, one should take a flight to Santiago, and then a connection to Punta Arenas. Punta Arenas is located approximately 250km from the city of Puerto Natales, which is the closest city to the Torres del Paine Park and is the base to visit it if you do not choose to stay inside the park.

There are bus routes that make the routes from Punta Arenas to Puerto Natales practically every hour; and from there are buses that lead to the entrance of the Park. Many hotels and agencies already include this transfer, which may be a good option.

Where to stay: The cheapest option is to stay in Puerto Natales, and do day round trips to the park. Personally we did not find a good option, because Puerto Natales is just over 100km from the park, and the trip becomes tiring.

Within the park there are hotel options, which are well located. However, they are relatively expensive. A good option, for those who like, are the campsites. They are not as cheap as campgrounds elsewhere, but they help make the stay in Torres del Paine more economically viable.

How long to stay: It depends on what you want to do and availability. If you are going to do the longer trekking circuits, you will need at least a week. However, if you want to explore the park by car, two days is great to see some of the main attractions.

For those with children, we think that between three and four days is enough. You can make the smaller trails easily, enjoy the park and rest too.

And the kids: Our kids were 4 and 2 when we were there, and they loved the park. Mateus liked to see the mountains, the waterfalls and the rivers, while Sofia liked the glaciers and had fun walking the trails, especially in the parts that there was mud and she could jump in the puddles.

Children can enjoy the park, there are easy and short walks they can do. Particularly for children, we suggest the boat trip through Lake Grey to the glaciers (the boat has a heated cabin and an open deck, and it is possible to move from one to another), and the smaller trails that exist along the park’s roads. It is also worth a stop at Cascada Paine, a beautiful waterfall that is near the Laguna Amarga entrance of the Park.

 

Tips:

Plan the trip. Torres del Paine is a place with attractions for all tastes, fitness and pockets. Try to be informed and keep in mind what you would like to do – mainly because between the months of November and February the park is very crowded and some places will need reservation.

If you go by car, plan fuel and food. The nearest gas station is in Puerto Natales, just over 100km from the entrance of the park. Also there are no supermarkets in the park, and there are few restaurants (the restaurants are mostly in the hotels). Always have a bit of food, water and some snacks, especially for children.

Although the temperature is pleasant during the day in the summer, at night it is a little cold. Be prepared with proper clothing, even because mountain weather can change in a short time.

Take a deep breath and enjoy the place! The clean air, nature and landscapes make everyone leave the park much happier and refreshed!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s